Como obter rapport?

rapport, PNL,

O que é rapport?

Rapport é uma palvra que vem do francês “rapporter”, que quer dizer “trazer de volta”. É um conceito da psicologia que significa uma forma relacional usada para criar uma ligação de sintonia e simpatia com a outra pessoa. Ele inclui três componentes comportamentais: atenção mútua, positividade mútua e coordenação. O rapport é o respeito que você tem pela opinião do outro, sem necessariamente concordar com tudo. Isso faz com que você comece a ter um olhar pelo outro, que precisa ser genuíno, não forçado ou usado de forma para manipular. Para algumas pessoas o rapport é algo natural, quando se consegue estabelecer uma ligação de respeito e confiança, sem ter que fazer esforço. Se preocupar em fazer rapport com outras pessoas, ajuda nos relacionamentos pessoais e profissionais. Em uma era em que relacionamento e networking são as palavras da vez, é muito importante estar atento. O rapport tem dois lados, um é obter o rapport com o outro e o outro lado é trabalhar o rapport com você mesmo. Vamos começar a obter rapport?

O rapport e a sua imagem

A nossa comunicação visual ou seja, a nossa imagem, é construída através das nossas atitudes, da nossa comunicação e aparência. Quando estamos pensando em passar uma imagem para fortalecer nossa marca pessoal ou para sermos pessoas melhores, o rapport é um dos pontes fortes para isso, afinal ele está presente nas 3 comunicações, verbal, não verbal e visual. Ele gera empatia e estreita relacionamentos para que se crie mais confiança e se tenha mais carisma, que são alguns dos pré-requisitos para que sua marca pessoal efetivamente aconteça. Ter uma marca pessoal é deixar de ser mais um no meio de uma multidão. É poder ser dono da sua vida e ter mais liberdade para percorrer seus sonhos. A aparência não é nada se não estiver recheada de boas atitudes, bom comportamento e muito conteúdo. Não é o máximo quando conhecemos uma mulher bonita (que aqui quer dizer bem cuidada) e quando ela começa a falar causa aquela impressão: “Nossa, além de linda, é educada, inteligente e simpática”? É isso que faz as pessoas serem diferentes umas das outras. É isso que faz a pessoa ter boas oportunidades na vida, ser lembrada de uma forma positiva e deixar sua marca por onde passar.

Como obter o rapport?

Nós somos lotados de crenças e opiniões formadas e temos mania de perseguição, de achar que alguém está nos falando ou fazendo algo só para nos prejudicar. Certo? Errado! As pessoas não costumam fazer nada por você sem ter uma intenção positiva para com ela mesma. Um exemplo, quando alguém fala que o filho tirou nota 10 e você acha que ela quer te chatear porque o seu tirou nota 5, engano seu, você não é o centro das atenções rsss, ela só está preocupada em falar do filho dela, nem lembra a nota do seu. Sabe aquele cara na empresa que parece que faz tudo para te prejudicar? Provavelmente ele esteja fazendo algo por ele mesmo que, por algum motivo, está te atrapalhando. Não estamos falando que ele esteja certo em fazer isso, estamos mostrando como as pessoas funcionam. E o que isso tem a ver com rapport? Quando entendemos que as pessoas não tem uma intenção negativa nas atitudes e sim uma positiva para ela, já conseguimos respeitar mais, tentar reconhecer o porque ela faz isso e, a princípio, aprendemos a acompanhar nos pensamentos e depois a conduzir quando necessário. No caso da mãe, você não vai mais se chatear porque sabe que não é com você, isso já gera mais sintonia. No outro caso, vai tentar entender o motivo da pessoa ter este comportamento.

Outra forma de obter rapport, é através do nosso corpo. Lembra da expressão “o corpo fala”? Então, fala mesmo, e se você falar a mesma língua do outro, com certeza a conversa vai ser mais gostosa, a interação vai ser maior e a sintonia vai acontecer. Pense em como é uma conversa com uma pessoa que não fala o seu idioma, fica tudo estranho e não acontece uma proximidade. Um exemplo da comunicação corporal em línguas diferentes, é um ficar sentado e o outro em pé, um parado e o outro se movimentando. Imaginou? Dá até nervoso, né?

Com a voz e a comunicação verbal acontecem a mesma coisa, precisam estar alinhadas. Entre em sintonia com o outro da forma mais natural. Isso é o olhar pelo outro. Você pode estar se perguntando, por que eu preciso entrar em sintonia e ele não? Muito simples, na verdade os dois deveriam ter essa preocupação, mas neste caso quem está se aprimorando e buscando relacionamentos melhores, é você. Em alguns casos, o outro pode ser um cliente, alguém que deva mais respeito ou qualquer pessoa que você queira conquistar. Um exemplo óbvio e prático, você é uma pessoa que fala muito palavrão com seus amigos e conhece alguém que não fala e que tem uma veia muito religiosa. Você acha que, se nos primeiros encontros você lotar a conversa de palavrões, ela vai ter algum tipo de sinergia com você? Não é se mutilar, nem ser uma outra pessoa, mas é uma questão de adequação, assim como cada roupa se adequa a um tipo de corpo. E não esqueça de alinhar até a respiração, lembre-se, são os detalhes que fazem a diferença.

Alguns motivos para querer obter rapport

Se você quer ser uma pessoa agradável, ter uma vida mais leve e feliz, já são bons motivos. Mas vai muito além disso. Pessoas que obtém rapport geram mais confiança e carisma e sempre são lembradas, isso vai te ajudar nos relacionamentos pessoais, profissionais (negociação, promoção, novas oportunidades) e no seu dia a dia, nas coisas mais insignificantes.

Agora, ATENÇÃO!

Precisa ser autêntico e verdadeiro, se não for, não vai durar e nem vai te fazer bem. Treine para ser uma pessoa melhor pelo coração e não para obter relacionamentos de interesse. Isso já é trabalhar a sua inteligência emocional. Olhe, entenda, se coloque no lugar do outro e siga em frente.

E aí, conta para gente, como anda o seu rapport?

Leia também essa matéria, para te ajudar na marca pessoal.

Como ser influente?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *