Como ser influente?

influencer

Qual o segredo das pessoas influentes?

Quando pensamos em ser influentes, logo imaginamos algo em grande escala, alcançando milhares de pessoas e, muitas vezes, acabamos desistindo da ideia por achar que está tão distante de nós. Faz sentido para você? Mas e se pensar que podemos aumentar nossa influência dentro do meio em que vivemos e que isso já pode nos trazer grandes resultados? Já tinha parado para pensar nisso? E aí, o que fazer para ser influente?

Por que ser influente?

Para os mais tímidos essa ideia pode parecer muito distante, a princípio não fazer sentido e talvez tirá-lo da zona de conforto. Para os mais extrovertidos, pode parecer muito mais fácil e tranquilo. O que faz com que as pessoas se tornem influenciadoras, nada tem a ver com isso e sim com outros atributos e habilidades.

Influência não tem relação com cargo, dinheiro ou fama. O Papa João Paulo II tinha um poder de influência muito menor que o Papa Francisco. Gandhi, não tinha dinheiro algum e foi muito influente. Dentro de casa sempre tem um líder. Entre os amigos tem sempre aquele que faz a turma fazer o que ele quer e todos querem ser como ele. E por aí vai… Abra a cabeça para prestar atenção aos líderes a sua volta, muitas vezes você nem se dá conta de como eles te influenciam.

Ser influente é bom em qualquer área da sua vida. Quando você entende o que precisa para influenciar as pessoas, no bom sentido, fica muito mais fácil de passar as suas ideias e de ser lembrado pelos outros. Tudo isso começa dentro de casa, depois com os amigos, no trabalho, no cliente e vai aumentando o púbico de acordo com a sua necessidade. Pensa que bom poder influenciar seu filho? E influenciar sua equipe, não é isso que é ser um líder? Uma pessoa que é seguida pelos outros por admiração? Imagina agora, se você é influente, perde o emprego e quer começar um plano B, se já tiver pessoas ao seu redor que te admiram e acreditam em você, tudo fica mais fácil, suas chances aumentam.

O que você precisa para ser influente?

Estudos mostram o que as pessoas influentes tem em comum, analise e veja o que você acha que está faltando para ser mais influente.

  1. Autoconfiança – as pessoas acreditam em quem acredita em si próprio. Queremos acreditar em alguém que realmente sabe do que está falando e confia nisso. Caso não tenha autoconfiança, é possível trabalhar nisso.
  2. Comprometimento – não tem como não ser comprometido e ser influente. É preciso ter consistência, persistência e ter uma causa. As pessoas precisam saber o motivo de estarem te admirando. Não dá para querer influenciar as pessoas em relação a tudo, influencie pelo seu propósito de vida.
  3. Coragem – o sentimento de medo é bom, mas como qualquer outro precisa ser na medida certa. Não devemos desprezar nenhum dos nossos sentimentos, mas temos que ser controlados. Todos gostam de quem sabe o que fazer com o medo. Este sentimento acaba sendo a alavanca para atingir resultados.
  4. Paixão – algo que realmente faça seu olho brilhar, senão não faz sentido nem para você e nem para quem se inspira em você. Nada se torna consistente se não for por amor. Se não tiver uma entrega de verdade, não vai conseguir influenciar ninguém e muito menos ter persistência. Se a base não for o amor, esquece!
  5. Fazer acontecer – lembra da expressão “subir no salto”? Sabe aquela postura de quem sabe que pode e de quem é boa no que faz? Você precisa se sentir dessa forma para que todos acreditem no que está falando.
  6. Confiabilidade – passar credibilidade, não falar o que não tem certeza, ter autoridade no que fala, tomar cuidado com o que fala, não desviar do seu propósito, não querer ser expert em tudo, ser fiel aos seus valores e crenças. Sabe aquela marca que a gente confia? Então ela nunca dá motivo para que deixemos de confiar nela.
  7. Carisma – para que todos os outros se tornem verdade, você precisa ter empatia. Quando você entende a dor do outro, se comunica melhor. Para os tímidos, pode ser um pouco mais complicado, mas é importante “cacarejar quando vai botar o ovo”, mesmo que seja um cacarejo mais leve. As pessoas que se inspiram em você querem saber das suas vitórias e dos seus insucessos também. As pessoas se indentificam com quem são similares a elas. Não queira ser perfeito, porque sabemos que não existe perfeição. Seja coerente. Fale e haja com o coração!

 

Para completar, não esqueça de que tudo isso precisa ser verdadeiro e autêntico, senão não tem sustentação. Tendo essas 7 habilidades bem trabalhadas lembre-se de que as pessoas precisam enxergá-las de alguma forma. A presença digital é uma ferramenta necessária para quem quer ser influente com um maior número de pessoas. Já no offline você precisa ter a aparência e as atitudes alinhadas com todos esses atributos.

A gestão da sua marca pessoal pode ajudá-lo a ganhar esse espaço de influenciador. Nós começamos com trabalho de autoconhecimento, traçamos seus objetivos e finalizamos com aparência, forma de se comunicar e a melhor postura. No mundo de robôs não podemos ser parecidos com eles, por isso devemos nos desenvolver como pessoa e imprimir nossa marca por onde passamos. Pessoas especiais e diferenciadas são sempre lembradas. Você não quer ser lembrado para um almoço, para uma oportunidade, uma festa, uma promoção no emprego, uma sociedade? Pense nisso e não deixe a vida passar sem contar para ela o motivo de estar vivendo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *