O que devo falar em uma entrevista de emprego?

emprego, entrevista de emprego

Como passar confiança ao falar?

Quem já não desejou ter uma segunda chance depois de uma entrevista de emprego, de uma palestra ou de uma reunião? Aquela vontade de voltar o tempo e fazer tudo diferente? Você tem o conteúdo, tinha tudo para brilhar mas ficou tão ansioso ou nervoso que acabou passando insegurança através da sua postura e da sua voz, que ficou embargada e um pouco trêmula. E aí, o que fazer na entrevista de emprego?

Amy Cuddy, pesquisadora, palestrante e professora da Harvard Business School, em seu livro “O Poder da presença”, fala que a presença é estado de sintonia com nossos reais pensamentos, sentimentos, valores e potencial, bem como a capacidade de expressá-los confortavelmente. E essa convergência interna, essa harmonia, é o que nos torna irresistíveis. Já não estamos combatendo a nós mesmos. Desenvolver a presença não tem a ver com carisma ou extroversão. Significa conectar-nos honesta e poderosamente com nós mesmos. A presença é resultante de uma mudança gradual e envolve o dia a dia. Todos podemos praticá-las.

O entrevistador e sua presença

O seu conteúdo é muito importante, mas precisa ser comunicado da melhor forma. O que mais emociona é a letra da música ou o cantor? O cantor, né?  O mesmo conteúdo pode ser passado por vários professores, mas sempre tem aqueles professores que amamos e que temos mais facilidade de entender, que fazem a gente achar tudo mais simples e por quem acabamos tendo maior carisma. Por que isso acontece? Muito simples, eles sabem se comunicar bem, em todas as comunicações, a verbal, a não verbal e a visual. E quando elas passam harmonia, passam também confiança. O entrevistador no caso de uma entrevista, o público de uma palestra ou um comprador, irão sentir a sua paixão ao falar e isso vai passar confiança. Não é ser um gato e se disfarçar de leão, isso não adianta. Isso é para quem é um leão e se comporta como um gato, aí está na hora de mudar de atitude e mudar a forma de se comunicar com o mundo. O entusiasmo com a autoconfiança são indicadores impressionantemente úteis de sucesso. Isso passa garra, disposição para trabalhar duro, iniciativa, persistência, criatividade, capacidade de identificar boas oportunidades e ideias inovadoras. Mas esses traços não podem ser simulados facilmente. Quando o medo e ansiedade nos domina, a voz saia fraca e trêmula.

Como conquistar presença?

O que é presença? É, literalmente, estar presente, é se entregar para aquela entrevista, palestra ou situação parecida. É se desligar dos seus medos e ansiedades, é viver aquele momento, acreditar na sua história, nos sentimentos, nas suas crenças, valores e capacidade. Quando estamos realmente presentes num momento desafiador, nossa comunicação verbal e não verbal fluem.

“Presença é quando todos os sentidos coincidem”

Não precisamos da linguagem verbal para interpretar o outro. O exemplo mais simples, saindo do mundo dos humanos, é como o cachorro se comunica sem expressar uma só palavra. O dono sabe quando ele está com dor, com fome, feliz e triste. Com a gente, não seria diferente. Os bebês também se comunicam muito bem, inclusive, alguns se comunicam tão bem, que demoram mais para falar, já que todo mundo o entende.

Algumas perguntas para que você esteja presente (de corpo, alma e mente) e acredite no seu potencial:

  • quais as 3 palavras que o descrevem melhor como indivíduo?
  • o que você tem de singular que leva aos seus momentos mais felizes e ao seu melhor desempenho?
  • reflita sobre um momento especial – no trabalho ou em casa – em que você agiu de uma forma que pareceu “natural” ou “certa”. Como você pode repetir esse comportamento hoje?
  • quais pontos fortes são sua marca registrada e como você pode fazer uso deles?

Mas não adianta identificar, você precisa sentir e se apropriar. No próximo post vamos passar alguns exercícios para você conseguir buscar esses recursos dentro de você. Nós temos todos os recursos que precisamos, só que às vezes os deixamos adormecidos ou não os usamos em todas as situações.

Para ir para uma entrevista de emprego, você precisa se preparar para passar a confiança necessária, para que o entrevistador veja além do que você está falando. Não vamos passar a nossa imagem só através do que estamos falando, a comunicação não verbal e a visual, vão passar mais algumas informações sobre nós.

Dicas para ter presença na hora da entrevista

  • estude a empresa antes de ir, sua cultura principalmente
  • converse com o espelho se estiver muito inseguro, se precisar filme para ver se está com alguma mania nas palavras ou nos gestos
  • chegue 10 a 15 min antes do horário marcado para sentir o ambiente e as pessoas, isso vai te deixar mais confortável e vai passar comprometimento
  • escolha a roupa ideal, que passe seu estilo e que tenha a ver com seu cargo e com a empresa, isso gera rapport e aproximação. Cabelo, unha e maquiagem (no caso das mulheres), tudo precisa estar de acordo
  • perfume, cuidado para não exagerar, use um mais leve. Normalmente os cítricos agradam mais e os doces são muito sensuais
  • antes de sair de casa, relembre momentos de sucesso e outras entrevistas que você foi bem, isso te dará confiança. Nem pense em momentos de fracasso
  • preste atenção na postura, costas eretas, não cruze os braços, queixo em linha reta (nem para baixo e nem para cima)
  • tente criar rapport, calibrando seu tom de voz com o do entrevistador, pense na forma de sentar, não fique copiando todos os gestos, seja sutil
  • quando entrar na entrevista, esqueça o mundo lá fora, se entregue, como se estivesse falando para o seu melhor amigo da paixão que sente pelo que faz.

Bom, esse assunto rende muito e ainda vamos ter vários posts por aqui, mas a dica final é, não tem receita de bolo mas tudo que fizer na vida olhe a situação, se olhe, olhe o outro e imprima o seu estilo. O maior diferencial que uma pessoa pode ter é quando percebe que todos nós somos diferentes e as pessoas confiam e se relacionam com os semelhantes, então, antes de sair dando a sua opinião, observe e tire suas conclusões, isso é para vida e não só para a entrevista de emprego.

Boa sorte!

Se gostou deste post vai gostar deste também: Com que roupa eu vou em uma entrevista de emprego?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *